São Paulo, 28 de novembro de 2021

ARTIGOS

28 de maio de 2021

Do minério de ferro até o distribuidor de aços

Editoria Serrametal

A fabricação dos aços começa com a extração do minério de ferro nas minas. Ao chegar na siderúrgica,  o principal método utilizado são os alto-fornos, onde ocorre o primeiro passo na produção do aço. São colocadas camadas de minério de ferro, coque (um tipo de carvão), calcário e outras substâncias para ajudar nas reações químicas e controlar a temperatura.

Os alto-fornos podem ter alturas superiores a 30 metros e mais 10 metros de diâmetro, as temperaturas passam dos 1500°C.

Alto-forno

 

Com a temperatura alta e a injeção de ar para que ocorra uma série de reações químicas, o ferro e o carbono se misturam para gerar o que chamamos de ferro-gusa. Ocorre a separação da escória, que são impurezas não desejadas presentes no minério, do material líquido. Porém o ferro-gusa, ainda não possui as propriedades que desejamos para os aços ferramentas, ele possui muito carbono, o que o torna muito frágil. 

Consideramos aço, aqueles materiais que possuem ferro como elemento principal e carbono até 2,1%, acima disso, chamamos de ferro fundido.

Material Líquido

 

Para reduzir o teor de carbono, o material pode passar por diversos processos para purificá-lo, para isso muda-se o setor, de siderurgia para aciaria, na aciaria é onde ocorre a transformação do ferro-gusa para aço, existem principalmente dois processos de refino, aciaria elétrica e aciaria LD (Linz-Donawitz). 

O processo LD é o mais utilizado ao redor do mundo, mais de 70% das aciarias o utilizam, pois é barato, eficiente e como o elétrico pode-se reutilizar sucata de aços. 

O processo LD consiste de um recipiente onde é colocado o ferro-gusa e sucatas de aço já líquidos, junto com cal que serve como um fundente, este recipiente pode girar para misturar o material, e ocorre um sopro de oxigênio puro dentro do líquido que “queima” o resto das impurezas formando outra camada de escória que fica por cima. Há um furo no fundo do recipiente que é aberto para drenar o aço líquido, assim pode-se separar as impurezas do aço. 

O processo elétrico é semelhante, porém, dentro do recipiente é colocado o ferro gusa e a sucata sólida, que são derretidas por um arco elétrico.

Recipiente de Processo LD

 

Após os processos de purificação do material, ele está pronto para receber os elementos de liga que dão as características desejadas. Vários elementos podem ser adicionados, cada um e em cada proporção dá diferentes propriedades para o material.

Com a adição e o controle da composição  feito, o aço passa pelo lingotamento, para poder ser enviado aos distribuidores de aços ferramenta. Os aços ferramenta possuem propriedades mecânicas como resistência, tenacidade e dureza elevada, para que possam passar pelos esforços que as ferramentas construídas com eles vão enfrentar.

Cada aço ferramenta possui uma composição, tratamentos e aplicações recomendadas, a forma com que o aço é moldado também influencia. No geral existem aços forjados (geralmente com espessuras maiores) e aços laminados(espessuras menores), cada um com propriedades diferentes. Depois da conformação, o material é enviado para os distribuidores.

Laminação

 

Qual a necessidade de uma distribuidora de aços?

A função da distribuidora de aços é fazer um intermédio entre as usinas siderúrgicas, ferramentarias e o consumidor final.  O aço ferramenta pode ser adquirido e utilizado para diversas aplicações em incontáveis setores da indústria. Distribuidoras como a Serrametal, recebem barras, chapas e placas de aço dos fabricantes, e enviam o material de acordo com o pedido.

A distribuidora de aço tem um papel fundamental, pois na maioria das vezes o fabricante dos aços não vende em lotes pequenos, fazendo com que seja necessário adquirir uma grande quantidade de material e a comunicação com a distribuidora é mais simples do que com o fabricante. Aqui na Serrametal possuímos amplo estoque com o material a pronta entrega, o que diminui muito o tempo para o material ser entregue, cortamos o material nas dimensões desejadas assim facilitando o processo para o cliente ao receber o pedido. Por fim, também possuímos um setor de engenharia, onde oferecemos consultoria para tirar dúvidas e fornecer informações sobre os aços ferramenta, tratamentos térmicos, aplicações, entre outros.

 

Barras de aço

 

Esse conteúdo não pode ser publicado ou redistribuído sem prévia autorização.

Elaboração e Edição: Thiago Cortiz, Renata Brandolin e Karina França

Referências:

HOSFORD, W. F. Iron and Steel – Cambridge University Press, 2012